Fazer o bem sem olhar a quem!!

É comum encontrarmos pessoas que espalham aos quatro ventos o quão bom são para com a sociedade e tudo o que fazem para o bem do próximo. Hoje mesmo presenciei a seguinte cena:

Uma senhora no ônibus afirmava que ela sempre fazia tudo que estava ao alcance dela para melhorar a vida de todos que a cercavam, como ceder o lugar para pessoas mais idosas, cumprimentar o porteiro e ajudar os mais necessitados. Pensei, que pessoa boa! Quando de repente ela abriu a janela e arremessou os vários papeis das balas que acabara de degustar. Meu sangue de polaca ferveu na hora e minha vontade foi de lhe dar um belo sermão, usando as palavras “hipócrita, sem noção e coisa feia”, mas felizmente, minha educação manteve minhas palavras contidas até o momento. Afinal, alguém vai precisar limpar esses papeis de bala “inofensivos” que foram arremessados janela a fora.

Gente, não adianta só cumprimentar o porteiro. Tem que jogar lixo no lixo. Ceder o lugar aos mais velhos no transporte público ou oferecer ajuda para realizar uma tarefa. Cuidar da sua “bagunça” no escritório pra facilitar o trabalho da galera da limpeza. Gentileza gera gentileza!

Devemos pensar mais no coletivo sem querer nada em troca, nem mesmo “ibope”. Fazer o bem sem olhar a quem. O bem que fazemos sempre volta a nós mesmos!